20 de junho de 2009

Fim de uma era...começo de um ciclo...OBRIGADO Muricy

Essa é a primeira vez que falo de futebol aqui no Cemitério e comentando uma notícia nada agradável...Primeiro o fator futebol, acontece que esse mausoléu de variedades se dispõe a sepultar qualquer tipo de tema ou assunto em geral. Pena que o destino preparou para o primeiro post um acontecimento muito triste, talvez até injusto, a demissão de Muricy Ramalho do comando do São Paulo.

A notícia começou a ser veiculada pela imprensa na noite de sexta-feira,após o comunicado oficial da cúpula comandante do clube, que se reuniu naquela noite pare decidir o destino do treinador. Acabei tomando conhecimento do fato por acaso durante a madrugada, um misto de surpresa- previsível, uma vez analisando as entrelinhas, tudo caminhava para a saída do treinador, que não resistiu à derrota por 2 a 0 em pleno Morumbi para a equipe do Cruzeiro, culminando na desclassificação da Taça Libertadores da América.

E agora o que falar de Muricy? Em certo ponto sua saída me entristece, soa estranho dispensar um treinador que há seis meses conquistava – no próprio clube -, o terceiro título brasileiro seguido de sua carreira e do São Paulo em toda sua história. Também não é comum essa falta de humildade a cerca de Taça Libertadores, Muricy Ramalho pode ter perdido sim quatro edições consecutivas do torneio, mas atire a primeira pedra quem vê absurdo em não triunfar sobre Internacional, Grêmio, Fluminense e Cruzeiro.

Existe outro lado a entoar contra o treinador, uma vez baseado nessa diretriz, o fim do ciclo começa a não se tornar tão injusto assim. A divisão é conferida a partir do segundo ano a frente do tricolor, desde essa época Muricy tem dificuldade de dar um padrão de jogo à equipe, agora dirão que surtei, afinal,durante esse período, o elenco conquistou dois campeonatos... A veracidade se aplica apenas ao segundo semestre, quando o time magicamente consegue driblar seus problemas e embalar rumo a uma conquista.Quando começa a temporada seguinte, parece que todo trabalho do ano anterior foi perdido, com um jogo previsivel e até certo ponto medíocre e não se pode creditar esse fator a sucessivos desmanches e não se pode creditar esse fator a sucessivos desmanches, uma base vem sendo mantida a cada ano. Apesar de conquistar o Brasileiro de 2008 com propriedade, o título também pode ser atribuído a oscilação de Palmeiras, Cruzeiro e Grêmio – principalmente os dois últimos. E ambos evoluíram de uma temporada para outra, mantendo uma base, reforçando posições. O mesmo foi feito no São Paulo, só que em termos de resultados...

A verdade é que só o tempo dirá se o fim dessa ERA será positiva ou não para o clube, ninguém poderia duvidar que permanecendo no cargo, o treinador recuperasse alguns atletas e caminhasse rumo à vitória, classificando o São Paulo para a Libertadores e quem sabe até conquistar mais um Brasileirão, não se pode duvidar do comandante, pena que o desafio agora ficará no se...

E nesse iminente fim anunciado de uma ERA , o fator concreto existente, tem algo a se falar sobre Muricy? Sem dúvidas o maior símbolo do TRI-HEXA do São Paulo. O primeiro técnico a conquistar um tricampeonato seguido na história do clube. Profissional sério, correto, bom caráter e altamente competente.

Também é um sujeito cheio de defeitos,um tanto arrogante e certos momentos até presunçoso, tantos defeitos apenas não puderam ofuscar suas muitas virtudes, um trabalhador nato, no literal sentido empregado a palavra. Jamais vi um sujeito que vive o futebol com uma intensidade tão forte e fora do normal. É lamentável também sua saída nesse momento, após uma eliminação do campeonato mais importante do ano. Fica a falsa impressão que só ele foi o culpado e possivelmente é o menor deles.

Talvez seja ingenuidade por parte desse blogueiro, ver Muricy Ramalho ser lembrado como um verdadeiro vitorioso, tricampeão. O tricolor perde muito mais que um grande treinador, um verdadeiro são-paulino a beira do gramado, comandando o time com afinco e prazer, sempre com o coração... Fica aqui o agradecimento TOTAL por grandes serviços prestados e a certeza que essa “injustiça” será em breve corrigida, não se trata de um ADEUS e sim de um mero ATÉ LOGO...E que venha o novo ciclo!

Obrigado, Muricy Ramalho: Ninguém nunca poderá lhe tirar da história do São Paulo Futebol Clube!

7 Coveiros:

Felipe Santos e Camila Alvarez disse...

Muricy Eterno
obrigado por tuddo Muricy
disciplo de Tele

Sao`Paulo Eternamente

http://surfinsantoss.blogspot.com/

Vivica Bolacha disse...

Fiquei sabendo da notícia hoje no fim da manhã. Muricy é um baita profissional. Baita guerreiro no Internacional em 2005, quando 'alguém' nos roubou o título do Brasileirão.

Beijos

Rodox disse...

O ruim que ele lutou tanto pela causa Gay no sao paulo agora sai assim sem mais nem menos é foda! O bixarlisson deve estar triste!

Lara Veiga disse...

Toma São Pauloooo

Raul disse...

CHUPA BAMBY

O mundo de cada um disse...

É o fim de uma era mesmo, infelizmente o futebol é assim, ganha é elogiado, perde é burro e cai fora.

Aline disse...

Concordo com vc!
Achei injusta a saída do Muricy!

Postar um comentário

________________________________________________________
Obrigado por visitar o nosso Cemitério...
Volte logo, haverá sempre uma tumba bem quente disponível para você...
________________________________________________________