20 de junho de 2009

Amor beijar

Amor beijar

Duas bocas unidas pelo sentimento voraz
Duas bocas que se transam sem parar
É assim que se desperta o desejo
...

...

Amor me amar querer
É loucura
Querer amor amar...
Sei que quando amo em meio a calor e carinho ardente
Olhos que se cerram docemente
Na concentração momentânea
Corpos que se enlaçam num abraço
E entrelaçam mãos que cabelos macios afagam
Lábios molhados que se esmagam
Eis do beijo de amor o meu traço
Mas “DISPOIS”...
Há sempre o desenlaçar da alma
Suave mas que gravou na memória
Mais lembranças para nossa glória infundada
Mais vontade de nunca mais acabar
Mais vontade de um eterno namorar
Mais um poema na nossa história


3 Coveiros:

Lara Veiga disse...

Lindo, lindo, lindooooo

Breno disse...

Pense em publicação no futuro!

Alexandre Cisneiros Filho disse...

Muito bonito. Parabéns!

Postar um comentário

________________________________________________________
Obrigado por visitar o nosso Cemitério...
Volte logo, haverá sempre uma tumba bem quente disponível para você...
________________________________________________________