21 de maio de 2009

Trilha Macabra: Momento de terror


Existe algo mais tedioso e enfadonho que passar uma noite de sábado em casa?
Diria até, principalmente quando as atrações são programas do calibre de Zorra Total e Altas Horas. Quando não a jeito para sair e o remédio é mesmo ficar em casa, seria interessante preencher o tempo com alguma atividade mais criativa, pelo menos para tentar passar melhor o tempo. Particularmente gosto de juntar a galera e contar histórias de TERROR, escolhendo um ambiente perfeito, cercado por um clima de suspense, iluminação precária bem ao estilo luz de vela e completando com uma narrativa bem elaborada com um bom trabalho de interpretação por parte do contador. Também não deve faltar uma descrição aliada aquele delicioso e pavoroso clima de medo, completamente gradatido, logo até a última pessoa vai "curtindo o barato". Aliados todos de preferência em forma de circulo, tremendo diante dessa volúpia que são as trevas, nessa essência estranha do que é a morte e natural e abstrata cinzas do medo... AGORA CHEGA! Nem precisa mais dizer como isso termina né? No fim, eis que um “engraçadinho” qualquer ressurgi do além túmulo e prega um baita, ou melhor, o maior susto em todos! Sempre tem aqueles que não aprovam muito esse tipo de história, ao menos, eles tem de se render, o modo como ela termina é bastante engraçado, o medo - ou quer dizer -, as gargalhadas se alternam e o ambiente antes aborrecivel e certo ponto indigesto, passa a tomar forma de um novo cenário completamente hilário, mas sem perder o belo gostinho ASSUSTADOR. UHUUUHHUUHUUHUHUUUH




E para apimentar um pouco mais esse clima de horror e criar o cenário perfeito para encarar a morte e visitar o inferno com toda sua corja de bruxas, zumbis, demônios e mortos vivos , que tal uma lista musical perfeita, uma seleção criada, no mais alto e rigoroso moldes padrões e estéticos... Bom, acho que todo mundo entendeu não é? Resumindo são canções sinistras para, claro e obviamente, uma data – ou momento –, deixa eu falar baixo, sinistrooooo.




PS: Finjam que não leram isso, mas a seleção não foi selecionada por mim – com o perdão da redundância -, encontrei na net há alguns meses e salvei, juro que não recordo de onde a recortei para dar os devidos créditos. Agora basta viajar, nesse lindo universo de Lobisomens, vampiros, fantasmas e psicopatas, todos unidos contra você, para lhe aprisionar no interior dessa a trilha sonora – acho que essa ficou paia. Clique no título de cada música para ouvir pelo You Tube e ao lado do título para ver a letra!

"I Was a Teenage Werewolf", The Cramps (LETRA)


Quem encabeça a lista é o recém-falecido Lux Interior (vocal) e sua mulher, Poison Ivy (guitarra), líderes do Cramps. Essa é uma forma de tributo a esses grandes fãs dos filmes de terror baratos produzidos nos anos 1950. Tanto que fizeram várias músicas baseadas nessas produções. Uma das melhores é "I Was a Teenage Werewolf", destaque do primeiro álbum do grupo. A letra trata das dificuldades de um lobisomem adolescente para arranjar uma namorada. Só fica uma pontinha de frustração, o terror aqui é para rir, não assustar. Tem problema não, alegria combina com tudo nessa vidaaaaaaaa!


"The Number of the Beast", Iron Maiden (LETRA)


Essa eu recomendo, pefeita! Apesar de não ser um grande Fã do Iron, o refrão "Six six six, the number of the beast / six six six, the one for you and me" ("meia meia meia, o número da besta / meia meia meia, aquele para mim e para você") é espetacular e um dos mais famosos não apenas do Iron Maiden, mas de todo o rock. A letra, como já deu para perceber, descreve a chegada do Anticristo à Terra: "I'm coming back, I will return / And I'll possess your body and I'll make you burn" (a ameaça em português é assim: "Eu estou voltando, vou retornar / E vou possuir seu corpo e fazê-lo queimar").

"Helter Skelter", The Beatles (LETRA)


Conheçam agora a minha favorita! A faixa, presente no álbum branco do quarteto de Liverpool, está longe de ser um dos maiores sucessos dos Beatles. Mas é, sem dúvida, a canção mais violenta que a banda já gravou. Tanto que, diz a lenda, serviu de inspiração para o maníaco Charles Mason assassinar a atriz Sharon Tate, então grávida de oito meses, e outras quatro pessoas num ritual satânico. Para quem acha que os Beatles fizeram apenas canções doces e românticas como "I Wanna Hold Your Hand", "Helter Skelter" é um soco no estômago. E Viva os Beatles!

"Thriller", Michael Jackson (LETRA)


Acho que Thriller não poderia faltar em uma proposta como essa. Reza a lenda que houve uma época em que Michael Jackson tentava assustar com suas músicas e clipes, e não com o excesso de plásticas como faz hoje. A música "Thriller", intitula seu disco de maior sucesso. O clipe da canção foi lançado em 1984 e, na época, era então o mais caro vídeo de todos os tempos. Michael virava um lobisomem e era acompanhado por um exército de zumbis dançarinos. Atualmente, isso pode não colocar medo em mais ninguém, mas que marcou época, ah isso marcou.

"Dead Babies", Alice Cooper (LETRA)


A Tia Alice ficou conhecida no início dos anos 1970, por seus shows cheios de sangue cenográfico, guilhotinas falsas e enforcamentos de mentirinha. O auge desse estilo macabro e que consolidou Alice Cooper foi o álbum Killer, de 1971. Há músicas sobre condenados no corredor da morte e motoristas psicopatas, entre outras. Mas o ponto alto é "Dead Babies", que trata de um tema, digamos um tanto quanto singelo: bebês mortos. Para tornar tudo ainda mais sinistro, há vozes de crianças chorando ao fundo. Ai que medôôô

"Sympathy for the Devil", Rolling Stones (LETRA)


Mick Jagger e companhia já eram conhecidos por sua ousadia musical. Nessa música de 1968, eles realmente se superaram, tanto na música como na letra. Ao som de batuques -diz a lenda, inspirados numa visita a um terreiro de candomblé feita durante uma viagem ao Brasil, só podia -, conta a história de demônio que é um "homem de riqueza e bom gosto" ("a man of wealth and taste"), que "roubou a alma e a fé de muitos homens" e ainda foi o responsável pelo lavar de mãos de Pilatos, a morte da família real russa e o assassinato dos Kennedys. Se os Stones queriam consolidar a fama de bad boys,não há dúvida, conseguiram!

"Black Sabbath", Black Sabbath (LETRA)


Uma das bandas mais macabra de todos os tempos não poderia ficar de fora dessa lista. Essa é a música que abre o álbum de estréia do grupo, lançado em 1969. Barulhos de chuva, ventos e sinos criam o clima para a letra que descreve em detalhes o inferno. "Satan sitting there, he's smiling / Watches those flames get higher and higher / Oh no, please God help me!" (traduzindo: "Satã está sentando, sorrindo / Olhando as chamas ficarem maiores e maiores / Oh não, Deus me ajude!"). Quem diria que, um dia, o autor dessa letra, Ozzy Osbourne, viraria estrela de um reality show... E eu que pensei que já vi tudo nessa vida, em?

"Me and the Devil Blues", Robert Johnson (LETRA)


Vamos recordar outra lenda, que diz que o bluesman Robert Johnson vendeu a alma ao diabo numa encruzilhada, em troca de dinheiro, fama e sucesso – não necessariamente nessa ordem. Se a história é verdadeira ou não, nunca vamos saber - mas não é que o homem fez uma música sobre o assunto? "Early this morning, when you knocked upon my door / I said 'hello Satan, I believe it's time to go", conta a letra (traduzindo: "Hoje cedo, quando você bateu à minha porta / Eu disse 'oi Satã, acho que é hora de ir"). Johnson morreu em 1938, com apenas 27 anos, depois de beber uísque envenenado. Isso é Assustador...


"Romance de uma Caveira", Alvarenga e Ranchinho (LETRAS)


Parem as máquinas porque esse é um importante momento, isso mesmo nós temos um representante Brasileiro na lista. Bem verdade é que o Brasil pode não ter muita tradição em músicas sobre mortos, monstros, lobisomens e afins, mas alguém haveria de contrariar essa escrita e quem diria, isso aconteceu na década de 30. A dupla sertaneja Alvarenga e Ranchinho, tem um clássico do tema. É a canção "Romance de uma Caveira". Vejam só a letra e se deliciem: "Eram duas caveiras que se amavam / E à meia-noite se encontravam / Pelo cemitério os dois passeavam / E juras de amor então trocavam". É tão tosco que chega a ser GENIAL.

"Bela Lugosi's Dead", Bauhaus (LETRAS)


E para encerrar nada melhor que o primeiro single da primeira das bandas góticas, "Bela Lugosi's Dead" alguém discorda que já mereceria um lugar entre as dez canções mais macabras da história. O Bela Lugosi do título é o ator que interpretou o papel título do filme "Drácula", de 1931. "The bats have left the bell tower / The victims have been bled / Red velvet line the black box / Bela Lugosi's dead" ("Os morcegos deixaram a torre do sino / As vítimas já sangraram / Veludo vermelho demarca a caixa preta / Bela Lugosi está morto"), diz a atmosférica letra, sob um fundo sonoro cheio de guitarras distorcidas. Essa eu recomendo!

Agora VOCÊS já estão todos condenados - Ah e antes que esqueça está aberta a seção ♪Alquimía Musical♪



7 Coveiros:

Flor disse...

Adorei viu!

Lady T disse...

Muito bom esse post!!
Parabéns pelo blog, é bem interessante!!
*Meu irmao adora "The number of the beast" do Iron Maiden...

http://king-of-notebook.blogspot.com

Guttwein disse...

Quantas curiosidades num post só! Aquela música dos Beatles eu nunca tinha ouvido rs Oo
Mas seguinte, não teria sido interesante repartir essa "matéria"9por assim dizer
)em duas? Sejamos francos...não é todo mundo que tem a parcimônia de ler tudo...acho que vc tem consciência disso.

Mas ae, ótima postagem! Muito interessante!

Rafa disse...

interessante a dica, valeu mesmo

Anônimo disse...

CATA ISSO É DEMAIS

Anônimo disse...

cabeçoes vcs hein

andre lucas disse...

que medo :)

Postar um comentário

________________________________________________________
Obrigado por visitar o nosso Cemitério...
Volte logo, haverá sempre uma tumba bem quente disponível para você...
________________________________________________________