2 de setembro de 2009

Tafo II



Ainda embalado pelo post da última segunda sobre o poeta e guitarrista Wander Taffo, resolvi sepultar aqui no mausoléu para todos se deliciarem com uma de suas principais canções.

Para quem não viu o post anterior, com uma melodia altamente nostálgica e repleta de concepções poéticas, dentro de um trabalho pouco comercial, o cantor e compositor paulista – falecido precocemente em 2008 -, rompeu junto a sua banda, a barreira do hard hock no Brasil, até então algo tão surreal, mostrando que o idioma quando aplicado de forma correta se adequa com facilidade aos preceitos de qualquer cenário musical.

A escalada de Wander Taffo teve suas próprias recompensas, resultando em uma das melhores bandas de rock da época. Em breve um post completo sobre o artista

Não esquece de mim

Não esquece de mim
Mesmo que seja ruim

Quando eu te conheci
Eu não me lembro bem
Se a chuva fria ou disritmia
Parou meu coração

Tudo o que aconteceu
Durou o tempo de um olhar
Foi como um vício
Foi tão difícil
Deixar vocês pra trás

Se a emoção comandasse a razão
Hoje eu acordaria com você

Não esquece de mim
Mesmo que seja ruim
(2x)

Ohhhh

Como te dizer
Que um nó na garganta
Amarrou minhas mãos
Como num filme
Você indo embora
Luzes, câmera e eu sem ação

Se a emoção comandasse a razão
Hoje eu acordaria com você

Não esquece de mim
Mesmo que seja ruim
(2x)

Solo

Não esquece de mim
Mesmo que seja ruim
(4x)

Ohhh

Quem gostou pode curir essa versão mais lenta, romântica e apaixonante...Só não reparem nas fotos do casal, foi o único vídeo que achei com essa versão!

13 Coveiros:

ThiagOrnelas disse...

huahua.que pesado..
me senti um ET agora, mas está valendo.

www.nos4.wordpress.com

Rafa Flori disse...

Gostei mais dessa musica que a canção do post passado dele...

Canto do Lufa disse...

Sinceramente não gostei muito mas fiquei curioso para saber informações sobre o artista

Diogo C. Scooby disse...

Muito bom,. Fazia dele que eu não ouvia o som do Wander, vou procurar mais coisas.

renato disse...

da hora seu blog,parabens!

blogbelt.blogspot.com

Lara Veiga disse...

A versão lenta é linda de matar!

kikinhah disse...

Eu não conheço este artista.
Eu ouvi um pouquinho da música
e não gostei não.
E qt a tumba disponível pra mim,
vira essa boca pra lá... hahahaha
BjOs^^

Raul disse...

Povinho paia, não sabe reconhecer a boa musica, na certa é udo pagodeiro essas porra!

Jean Leal disse...

Estranho mas interessante o cara!
O blog é firme!Voltarei sempre que puder!
Abraços!

ADMBANZAI disse...

te adicionei no meu blog,pena q vc nao tem link-me senao colocava

http://blogbelt.blogspot.com/

Anônimo disse...

Belo texyto

Pirú disse...

Cara, mto style a música, estranho realmente ser brasileiro hehehe, lembra até um pouco de beach boys no começo, eu não conhecia ! é foda a criatividade não ser levada a sério !

Peço por favor que comente no meu também, ok ???
http://escolhaopcional.blogspot.com
Obrigado Mesmo !

Rafa Flori disse...

O clipe do roqueiro é uma onda, morri de rir, e fiquei com pena dele!

Postar um comentário

________________________________________________________
Obrigado por visitar o nosso Cemitério...
Volte logo, haverá sempre uma tumba bem quente disponível para você...
________________________________________________________