9 de janeiro de 2011

A música do amanhã, essa noite!

Sabe quando você está loucamente à procura de alguma coisa e, pra variar, acaba encontrando outra?

Na web, essa situação – inusitada – é no mínimo bastante frequente. Dias desses, estava caçando a trilha sonora de um filme que acabara de assistir. Entre tantas opções, o site de busca listou alguns vídeos. A despeito do resultado não ter qualquer relação com o objeto inicial de pesquisa, um deles despertou minha atenção logo de cara, pelo título e principalmente pelo vestuário do artista na imagem de exibição. Não demorou a, motivado pela curiosidade, acabar acessando o vídeo. O resto, é passível presumir, acabei me encantando com a maravilhosa sonância que, como num passe de mágicas, pousou em meus ouvidos.

Na qualidade de um bom coveiro, fiz questão de sepultar a canção aqui entre os mortos do meu Cemitério. Como vida de falecido é sempre meio sem graça, aquele papinho chato de descanse eternamente, uma melodia nova não há de fazer mal a ninguém. Mas antes, algumas informações básicas: quem assina o título é Michael Harrison Sweet, ou simplesmente Michael Sweet. O cantor e compositor estadunidense, conhecido pela grande influência cristã em seus trabalhos, praticamente começou sua carreira aos cinco anos de idade, quando ainda arriscava os primeiros passos no violão. A vocação para música ficava mais forte, anos mais tarde quando também se interessou pelo canto. A empreitada acabou dando certo, posteriormente Michael além de dominar vários instrumentos, tornou-se líder da Stryper, banda formada em parceria com seu irmão no início dos anos 80.

Após mais de uma década a frente do grupo, Michael Sweet resolveu interagir com novos projetos, agora em carreira solo. A primeira mostra foi um álbum homônimo, talvez o de maior sucesso, que se deve não apenas pelo conjunto da obra e sim pela faixa “Tomorrow, Tonight”. O CD como um todo é deveras atrativo, um dos melhores discos solos em um aspecto geral, embora, essa canção seja – realmente – especial, linda, formidável e capaz até de ofuscar a beleza das demais.

"Tomorrow, Tonight" figura seguramente entre as minhas favoritas, uma balada que não deve nada a grandes clássicos do rock, um verdadeiro hino de amor. Abordá-la denota verdadeira satisfação, além de um punhado de adoração também, pelo prazer incomensurável de ouvi-lo a cantarolar a poesia, em conjunto ao poder incontido dos vocais, fazendo ecoar sentimento. O endereço de destino é sempre certo, alojar-se na alma e coração dos ouvintes.

Portanto, basta dar o play pelo youtube, acompanhar a letra e a tradução e quem sabe fazer download pelo link do 4shared e poder guardar para sempre. Porque como sugere o refrão, “Can we dream about tomorrow, tonight”, podemos sonhar com a poesia do amanhã, ainda esta noite.



Michael Sweet - Tomorrow, Tonight

Lyin' here by your side, the silence
Speaks to me
I've got no where to hide
Except in your misery
I've said i love you before, i said i love you,
But i've never showed you
Baby i'm sorry once more, for what i've
Put you through

Can we dream about tomorrow, tonight,
Oh baby
And we'll dream that everything's gonna
Be alright

I've got a thousand prayers, each one is
For you and i
Lord knows i really care for you baby, i
Would live and die for you
I know i've hurt you before, i know i've
Hurt you, now i wanna heal you
Baby i'm sorry once more, for what i've
Put you through

Repeat chorus

I know you've cried many rivers,
And you've cried your oceans too
If i'm the reason we've withered, let me
Bring back the water and sun
So our love can bloom

======Tradução======

O amanha, hoje a noite

Deitado aqui por seu lado, o silêncio fala comigo
Não tenho lugar para esconder
Exceto em seu sofrimento
Eu te disse que te amava antes, eu disse que te amava
Mas eu nunca mostrei-o
Garota, eu estou arrependido mais uma vez
Pelo que fiz

Podemos sonhar com o amanha, hoje a noite,
Oh garota
E nós vamos sonhar que tudo vai estar bem

Eu tenho mil orações,
Cada uma é para você e eu
"O senhor" sabe que eu realmente me importo contigo
Viveria e Morreria por você
Sei que te machuquei antes,
Agora quero te curar
Garota, peço desculpas mais uma vez,
Pelo que fiz e pelo que fiz você passar

Sei que você chorou muito rios
E que você também chorou oceanos
Se eu sou a razão que agente murchou, deixe-me trazer a água e o sol
Para que o nosso amor volte a florescer mais uma vez

Clique aqui para baixar o mp3 da música

26 Coveiros:

Dani disse...

Muito bem elaborado, o post.
amei a música.

Rafa Flori disse...

Menino vc é um gênio!

Tranaforma um simples fato, uma musica que achou por acaso na net em um post!

@blackziinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
William disse...

Cara, a postagem tá muito bem sacada. Confesso que dei risada no começo...eheh.
Grande abraço e bom domingo.

Leandro de Morais disse...

fiquei com medo no inicio mais vendo a sua ideia de Blog achei muito interessante e trabalhoso ta de parabéns


http://leandrodemorais.blogspot.com/

Agnes disse...

Bem legal!
A web nos proporciona coisas únicas :)

Lara Veiga disse...

Belo texto! Muito criativo!

Duo Postal disse...

Uma boa pedida, já que o amanhã pode ser tarde demais.

Lucas Adonai disse...

Nossa, fiquei impressionado com a criatividade!

ADILSON JORGE disse...

Por isso amo a internet, a gente sempre acaba descobrindo algo interessante quando buscamos por outra. Sempre as madrugadas na net me dão de presente algo legal, como este que você encontrou.

Abraços
http://ceucaindo.blogspot.com/

Millena Blogueira disse...

A internet nos proporciona preciosidades.

Isis disse...

Adoreeeeeeeei! Parabéns pelo blog!

http://fofurisis.blogspot.com/

Lirouw disse...

Curti o som, manero o seu blog cara

os manos loucos blogspot

Mister Neurotic disse...

Que música linda. Me ganhou, linda a letra, a melodia. E você escreve muito bem. Gostei.

parei para escrever disse...

que belo texto.
Já cair nessa de procurar uma coisa e achar outra totalmente diferente. Ás vezes para melhor e outras nem tanto.

Estou ouvindo a música, é bem legal.

Júúh disse...

Bom texto '
curti a musicaah
bjos

Mário Machado disse...

Belíssima "coveirada".

Raphael Ferreira Serra disse...

Poxa criatividade a mil ein ...
gostei muito

Thales Henrique disse...

retribuindo a visita...

Alessandra Sousa disse...

Estupendo ...

Gostei do seu blog...
Esta disposto a fazer uma parceiria de links comigo?
Acesse: http://changefeeling.blogspot.com/

Camille Delduque (: disse...

muito legal esse teu espaço, parabéns aê!
A segunda parte da história já está lá, quer dar uma olhada? http://meu-diario-imaginario.blogspot.com/

Parceria? Qualquer coisa me avisa por comentário. Ah eu amei isso aqui cara, parabéns mesmo. Estou seguindo. Beijos!

Anônimo disse...

Me impressiono a cada dia seu pensar e sua forma de pensar. Continue assim e vai longe. Boa sorte!!!!!

J. Victor disse...

"Na qualidade de um bom coveiro, fiz questão de sepultar a canção aqui entre os mortos do meu Cemitério. Como vida de falecido é sempre meio sem graça, aquele papinho chato de descanse eternamente, uma melodia nova não há de fazer mal a ninguém."

Muito bom! Parabéns! Linguagem crua, quase.

Sinta-se convidado a me visitar em www.jvictorlima.com

Dih disse...

Esse cara é um otimo cantor... Cara eu tenho começado a gostar do seu blog.. Parabens
http://projetosdeumlouco.blogspot.com/

bia santos disse...

Apesar da minha internet ser banda LERDA, quando li que o cara é dos anos 80, pacientemente vi o vídeo. A música é realmente linda...Apesar do vídeo ser estático...

Estou comentando neste post aqui, porque já comentei no outro

Jossara Bes disse...

Muiiiiiiiiito legal teu blog!
.....Te seguindo!
www.contos-poemas.blogspot.com

Postar um comentário

________________________________________________________
Obrigado por visitar o nosso Cemitério...
Volte logo, haverá sempre uma tumba bem quente disponível para você...
________________________________________________________