9 de julho de 2010

Relação entre Referência e Alusão com a Mensagem Subliminar - FIM

CLIQUE AQUI pra ver o texto anterior



Alguém se arrisca a adivinhar qual a referência ou alusão que estabelece o vídeo acima? Acertou quem pensou em Forrest Gump!

O filme publicitário de um dos automóveis de maior sonho de consumo entre os brasileiros estabelece clara analogia com o específico fílmico norte-americano, datado de 1994, que dirigido por Robert Zemeckis, foi estrelado por Tom Hanks no papel-título. O anúncio televisivo do Golf além de um belo exemplo de intertextualidade é também uma especiosa amostra de peça publicitária.Outra mostra interessante é a montagem baseada na imagem do filme Pulp Fiction com a Monalisa. O longa de Quentin Tarantino - protagonizado por John Travolta - interage com o quadro de Leonardo da Vinci, resultando em um deveras interessante exemplo de referência. Isso porque, nessa perspectiva, é estimulado o diálogo perfeito entre essas duas obras distintas, já que é impossível saber qual na prática realmente referencia a outra.

Machado de Assis é um forte ícone nesse gênero de intertextualidade. Foi um dos autores que melhor visualizou o valor desse artifício aliado aos seus recursos nas obras antes dos modernos. Na prática, era empregado em uma perspectiva de acentuar o drama de seus personagens. No romance Dom Casmurro, chega a citar Otelo para o leitor captar precisamente o drama de Bentinho.

Outro exemplo imponente é o trecho da canção L'Âge D'Or da banda Legião Urbana. A música traz uma breve conexão com uma passagem bíblica (Lucas, 22, 47-53). Nesse caso, clara referência a traição de Judas, quando através de um beijo entregou Jesus aos soldados romanos.

Já tentei muitas coisas
De heroína a Jesus
Tudo que já fiz
Foi por vaidade
Jesus foi traído
Com um beijo
Davi teve um grande amigo
Não sei mais
Se é só questão de sorte...


Referência também pode ser uma nota informativa de remissão em uma publicação.

Ex.: LIMA, Adriana Flávia Santos de Oliveira. Pré-escola e alfabetização: uma proposta baseada em Paulo Freire e Jean Piaget. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1986. 228 p.

- Alusão - referência vaga, de maneira indireta, a um autor ou obra.

Ex: "O deputado fez alusão à proposta do presidente Lula."
(Fez alusão, nesse caso, significa que o deputado se referiu à proposta do presidente.)


Relação entre Referência e Alusão com a Mensagem Subliminar

E finalmente adentrando – na base do demorou mais chegou - ao tema título, também o principal ponto de maior relevância sobre os demais. Um passeio por devaneios que não só contemplam todos os objetos analisados, e até possibilita perpetrar uma conclusão seguida pelo amplo conjunto de divagações.

Quando o tema é mensagem subliminar, as pessoas de forma automática a associam logo a apologia ao ocultismo e elementos afins. No entanto, o conceito básico não tem muito a vê com nada disso. Sendo apenas uma mensagem, uma espécie de código linguístico que não foi devidamente decodificado pelo receptor da mensagem. Entretanto, no ato de uma situação contrária, quando o leitor se mostra capaz de codificar aquela mensagem, essa perde – pelo menos perante aquele -, a condição de subliminaridade.

E obviamente, esses conteúdos estão ali implícitos a despeito de não estarem tão claros dentro do texto, porém, são onipresentes! Como nessa improvisada amostra de poema capenga:

Amar é perdoar
Morrer é sentir dor
Obsessão não é poder
Roubar não é desculpa para viver


Não levando em consideração a qualidade poética – na verdade a falta dela - nesse improviso, muitos ao se pôr a ler, não perceberão que a primeira letra que precede a frase em cada verso, ao fim da única estrofe, forma a palavra amor! Claro é apenas um exemplo básico. E afinal onde se estabelece a relação com a Referência e a Alusão? A alusão nada mais seria que uma referência de difícil associação, até imperceptível – como dito anteriormente -, e quando é compreendida essa mensagem dentro do contexto, perante o receptor deixa de ser uma alusão e adquiri o caráter de referência. A alusão aparenta ser baseada no conhecimento global da sociedade, mais propícia a identificar uma coisa do que outra, remetendo a compreensão dos poemas expressos também acima.

Vocês já podem comemorar, acabou!

15 Coveiros:

Rafa Flori disse...

Tava anciosa pra ver essa parte! Da mensagem sublinimar! E n espoerei a toa! d+ o texto rafa!

Lara Veiga disse...

Poxa tb gostei, muito bom mesmo garoto!

Carlos. Branco. disse...

Cara, me lembrei de uma apresentação no colegio que fizeram sobre mensagem subliminar, falaram e mostraram muita porcaria,
gostei mt do seu texto.

Allan disse...

Realmente, muito interessante mesmo! Gostei pra caramba.

Nanda Schober disse...

Adorei seu blog..Parabéns

bjos

Sílvia Soares disse...

Parabéns pelo post, bem interessante!
=)
Beijos!

A.SFo. disse...

uhul, haieuheiuhae, ri bastante do texto do comentário :p
legal o post, bj ;@

http://nanifblog.blogspot.com/

Raul disse...

Desde que entrou na UFS vc ficou muito culto!

Luiz Brisa disse...

rsrs
ta d+
muito bom

May disse...

Powww..gostei disso hein!

Muito bom seu blog

Beijao!!

vai la no meu

http://mayaraabreucosta.blogspot.com/

Wendell disse...

Muito bom!! seguindooo

http://brogespoter.blogspot.com

Esther Saldanha disse...

Interessante, ainda não tinha visto essas mensagens, embora o estilo delas já me seja conhecido.
Parabéns pelo post.

Anônimo disse...

legaal

http://brazilian-hacker.blogspot.com/

Erzsébet disse...

Muito legal o texto; tenho para mim que referência seja uma citação de forma direta, alusão um tanto mais subliminar. Gostei mto do poster baseado em Pulp Fiction q é um dos meus filmes preferidos, e confesso q quando li Don Casmurro ainda não tinha lido Otelo - o que me obrigou a procurar sobre; se aprende mto com essas alusões e referências.... Lendo Nietzsche aprendi mto sobre os gregos...

FLaemmchen

Wellington Johnny disse...

Bem inspirador! Nunca tinha repardo nas mensagens. MUito om o blog.

Postar um comentário

________________________________________________________
Obrigado por visitar o nosso Cemitério...
Volte logo, haverá sempre uma tumba bem quente disponível para você...
________________________________________________________