22 de setembro de 2009

Frio quente

Frio Quente

Já vem chegando o frio...
Anda ontem sentia o calor
Mas hoje, já faz um pouco de frio.
O sol não brilhou essa tarde,
Nenhum passarinho cantou,
Só ouvi aqui dentro de mim
O silêncio no qual o mundo entrou.
Recordações quentes na mente,
Evaporaram de quentes,
Enregelaram com o tempo,
Hoje são pedras de gelo.
Queria apenas eu, tê-lo:
O fogo pra me aquecer...

PS: Trecho de improviso de um leitor que complementa o poema:

O frio,
que a alma sucumbiu,
congelou o rio,
e junto o meu peito.

6 Coveiros:

Guilherme Angélico disse...

Que poema mais bem construido, velho seus poemas
são incrivéis tá de parabéns curti muito

Fa... disse...

adorei a poesia...parabéns muito interessante..
bjim

Vânia disse...

Primeiro: Adorei o COVEIRO!!! rsrs diferente...

Segundo: Você mandou muito na poesia!!!!

Parabéns pelo Blog!!! Gostei mesmo!! =)

www.ciadosbotecos.blogspot.com

Arthur A. Melo. disse...

O frio,
que a alma sucumbiu,
congelou o rio,
e junto o meu peito.

Improviso :)


http://www.arthurmelo92.blogspot.com/

Rafa Flori disse...

Tanto gostei do poema como do improviso, bjzz

LuCca'z disse...

Quem tava com Friou
bateu no no Ryu
Mas eu cai no Rio
Porque me Escapuliu

Tá Treta - o Melhor do Humor, em um Blog de Humor!
http://tatreta.blogspot.com/
Twitter:
http://twitter.com/tatreta
Comunidade:
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=93594829

Postar um comentário

________________________________________________________
Obrigado por visitar o nosso Cemitério...
Volte logo, haverá sempre uma tumba bem quente disponível para você...
________________________________________________________