26 de agosto de 2009

O medo

O Medo

A medo que escrevo. E assim penso,
Com medo sofro e empreendo e calo.
Esse medo é peso nos termos quando falo,
A medo me renego,me convenço.
A medo amo.A medo me pertenço.
A medo repouso no intervalo
De outros medos.A medo é que resvalo
O corpo escrutador,inquieto,tenso.
A medo durmo.A medo acordo.A medo
Invento.A medo passo,a medo fico.
A medo meço o pobre,meço o rico.
A medo guardo confissão,segredo,
Dúvida,fé.A medo tudo.
Que já me querem cego,surdo,mudo.

2 Coveiros:

Rafa Flori disse...

o medo está na sua cabeça!

seuvicio disse...

Medo computador, medo imundo.

Postar um comentário

________________________________________________________
Obrigado por visitar o nosso Cemitério...
Volte logo, haverá sempre uma tumba bem quente disponível para você...
________________________________________________________