17 de abril de 2010

Seu eu que existe dentro de mim!

É nesse inconstante,

Múltiplos de arremessos aflitos:

Às vezes sinto que nunca a conheci bem ao certo,

E me vejo despedaçar em seu mar de infortúnios

Fundo sem fundo, ostentando estranheza e solidão.

Do infinito me aparece sempre quando prevalece a escuridão,

Mergulhado no abismo... Logo trata de advir, no exato instante que não via jeito de ser,

É apenas o seu suspiro que me ergue

Emergindo nesse esbato misere de singeleza liquefeita

Um vil espasmo, de onde a gente se deslembra o quanto muda de bem querer,

Insulado no silêncio de onde o Silêncio adormeceu.

AH se eu pudesse tinha esperado só por você,

Pois quando amanhece ao meu lado é você quem
vejo,

E digo em prece: é somente ao seu lado...

Que a vida cresce linda, mesmo sem você, apenas por você

E não importa o quanto seja insano,

Louco, nessa temerosa e triste desventura de lhe amar

Abstenha toda a minha dor

E jamais deixará de ser...

Até sinto,

Sobretudo eu sei!

Permanece unicamente eu e você...

Em meio a essa profusão de corpos que se espalham

Essa é você que existe dentro de mim!

28 Coveiros:

Eduardo Andrade disse...

'ostentando estranheza e solidão'
cara gostei demais desse texto e do seu blog, escreve bem, parabéns mesmo...
http://preludiopostumo.blogspot.com/
passa ae pelo meu e vê o que acha da minha humilde escrita, mais uma vez PARABÉNS

John disse...

bela mensagem. voce mesmo que escreve?
continue assim.. ;D

Lara Veiga disse...

Um dos mais belos poemas que já li

Thiago Batticelli disse...

Bem meloso.. mas tá legal... Deves gostar muito do Byron né..

Camila Passatuto disse...

"Que a vida cresce linda, mesmo sem você, apenas por você"

Perfeito...até me machucou o coração ler o poema rsrsrs, isso é um bom sinal, sinal que li um poema que cumpriu seu objetivo.

Parabéns!

Luu disse...

"Do infinito me aparece sempre quando prevalece a escuridão"
Adorei seu blog
to seguindo^^

Art =] disse...

que bonito dude
parabens 8)

Rafa Flori disse...

Enfim atualizou e em grande estilo viu! Lindo poema

srta-maah disse...

Lindo seus textos, amei ..
muito expressivos.

Lenivaldo Silva disse...

Cara já vi aqui. E lembro que o texto estava menos confuso. Nãio estou criticando sua forma de escrever, mas rebuscamento não me agrada muito, alias, não me agrada de jeito nehum... Mas entendi sua mensagem. Alguém mora dentro de mim e não consigo expulsa-la. Ela simplesmente fica,mas não quer nada...

Srta Maah disse...

Lindo seu texto..
Às vezes sinto que nunca a conheci bem ao certo,

E me vejo despedaçar em seu mar de infortúnios

Fundo sem fundo, ostentando estranheza e solidão.

@liiereginato disse...

ah lindo *-*

Luiz Brisa disse...

lindo texto
faz a gnt pensa
tbm as vezes sinto q não me conheço
rsr

http://vagalnerdkawai.blogspot.com/

Marujo da Net disse...

Muito bom, seu blog eh mto rico, ótimos textos! Gostei. ABçs, Marujo

Lucas disse...

Nossa...
Muito poético!
Parabéns! Gostei muito!
www.aliradeorfeu.blogspot.com

Jhow Jhow disse...

vc bebeu bastante pra escrever...tirou inspiração daonde???

belo texto.

http://jhowjhow1234.blogspot.com/2010/03/10-um-numero-importante.html

vai lá... segue o meu se não for incomodo?

Macaco Pipi disse...

TAVA SUMIDO DA COMUNIDADE HEIN :d

Jhonny disse...

Bem elaborado !

raul disse...

massaaaaaaaa

Luan Silva disse...

"Permanece unicamente eu e você..."

kra perfeito esse post, deu até inveja, pow adorei mesmo

Pulga disse...

Excelente mensagem, e muito bem escrita

Parabéns cara

Theo disse...

bem soturno seu textos, falo muito de solidão tb!

Dear Letícia disse...

Eu lembro que uma vez você fez um comentário em um outro blog meu, pois é eu voltei e antes de excluir o blog antigo procurei seu comentário para guardar o link do seu blog. E estou aqui pra agradecer o seu comentário eu lembro dele, ele só me fez crescer. Parabéns você escreve muito bem, algo realmente gostoso de se ler se puder passar aqui http://www.dearleticia.blogspot.com/ é meu novo blog. Um beijo

Dear Letícia disse...

Sei os lados ruins disso. Sinto muito que tenha sido ruim mas é que as meninas esperam muito e parece que o necessário não é bom é ai que começa o lado ruim quando surgem as indiferenças no começo tão pequenas mas crescem com a convivência.

Eloy Vieira disse...

ah, eu gostei, embora tenha achado q do meio pro mim tenha ficado um tanto meloso pra mim, mas sempre gosto desses conflitos existenciais...

Luck disse...

"Que a vida cresce linda, mesmo sem você, apenas por você"
Parabéns pelo post!

Nova Década disse...

Uau, muito bom o texto, parabéns...

xD

Débora Francis disse...

Lendo sua belíssima poesia, fiquei divagando aqui... "O amor e suas insconstâncias, nossos medos e inseguranças. Quando amamos, amamos... Mas, realmente conhecemos este amor que se aloja em nosso ser!?"

Adorei passar por aqui hoje, com certeza mais uma obra bela esta.
Bj

Postar um comentário

________________________________________________________
Obrigado por visitar o nosso Cemitério...
Volte logo, haverá sempre uma tumba bem quente disponível para você...
________________________________________________________