19 de novembro de 2009

Concurso da Nikon... As melhores microfotografias do mundo

O concurso premiou microfotografias da natureza e de elementos químicos. Vencedora, a foto da planta 'Arabidopsis thaliana', foi tirada por Heiti Pavez, da Universidade de Tecnologia da Estônia.Concursos de fotografia patrocinados por empresas famosas não é nada raro de se ver, difícil sim é encontrar uma competição com a proposta da Nikon Small World, que premiou os dez melhores trabalhos em microfotografia - cerca de 2 mil imagens submetidas de várias partes do mundo.

O concurso é aberto para candidatos do mundo todo. O primeiro lugar foi conquistado por Heiti Paves, da Universidade de Tecnologia de Tallinn, na Estônia. Sua foto é uma perfeita mostra de detalhe da planta herbácea Arabidopsis thaliana.

Apesar de não ter subido ao pódio, o Brasil também figurou entre os primeiros colocados. Bruno Vellutini, do Centro de Biologia Marinha da Universidade de São Paulo (USP), foi um dos premiados ficando na quinta colocação com a microfotografia da superfície oral de uma estrela do mar.

O concurso Nikon Small World é realizado anualmente, cerca de 2 mil fotografias são enviadas a cada edição. Considerado a maior competição mundial de microfotografia, o evento foi criado em 1974 premia as melhores microfotografias da natureza e de elementos químicos tiradas com auxilio de um microscópio.

As principais imagens vão ser incluídas em um calendário e exibidas em uma mostra itinerante nos Estados Unidos. As 10 primeiras já podem ser conferidas agora, basta só saber qual entre elas é a sua favorita...

O segundo lugar ficou com Gerd Guenther, de Dusseldorf, com a foto da haste da flor da 'Sonchus asper', ampliada 150 vezes.

Acima, o terceiro lugar, foto de Pedro Barrios-Perez de emulsão usada na fabricação de semicondutores, com ampliação de 200 vezes.

O quarto lugar, a foto de James Hayden do ovário de um peixe-diabo, ampliado quatro vezes.

Vários brasileiros também se inscreveram. O melhor resultado foi o quinto lugar de Bruno Vellutini, na imagem da superfície oral de uma estrela do mar, numa ampliação de 40 vezes.

O sexto lugar, as escamas de peixe, ampliadas 20 vezes, foto de Havi Sarfaty.

sétimo lugar para a foto do tricoma da espessura de um cabelo em uma trepadeira amarelinha, ampliada 450 vezes, de Shirley Owens.

A foto acima mostra fibras de algodão, ampliadas 200 vezes, e foi feita por Lloyd Donaldson, do Centro de Pesquisas de Biomateriais da Próxima Geração, Nova Zelândia. Garantiu ao cientista o oitavo lugar.

O professor Bernardo Cesare, do Departamento de Geosciência da Universidade de Pádua, garantiu o nono lugar com esta foto de uma rocha magmática, ampliada cinco vezes.

O décimo lugar foi para a cientista Arlene Wechezak, dos Estados Unidos, com a foto que mostra algas e diatomas, ampliados dez vezes. As principais imagens serão incluídas em um calendário.

7 Coveiros:

Rafa Flori disse...

A melhor é a do Brasileiro viu!

ótimo post rafucho

Lara Veiga disse...

A segunda colocada é linda de matar tb! Adorei o post

Nina disse...

adoro fotos em macro, micro, close e afins. bem bonitas e criativas essas ai :)

Levi Ventura disse...

Legal as fotografias, fico bestificado com a inteligência humana, que consegue até mesmo tirar fotos desse tipo!

P.S.: Confesso q pelo título, esperava outra coisa de seu blog, mas o que eu vi me agradou de qualquer forma!
---------------------------------------------
http://duventublog.blogspot.com/

Levi Ventura

baby disse...

fotos belissimas heim apesar de ainda apreciar a fotografia em preto e branco.

http://messnatural.blogspot.com/

Rodrigo The Rock disse...

Cara, maneiríssimas as fotos!!!

Michel disse...

parabens pelo blog

Postar um comentário

________________________________________________________
Obrigado por visitar o nosso Cemitério...
Volte logo, haverá sempre uma tumba bem quente disponível para você...
________________________________________________________