5 de outubro de 2009

Thati


Thati

A sua luz me atrai
Vejo em seu rosto um véu que cai
Em meio à nudez deste momento
Descubro que ainda sou capaz...
De sentir e seguir
A voz do coração
Saber por onde ir
Venha logo e me dê sua mão
Você é como uma ilha
Perdida e sem conexão
É como um “continente”
Que vêm em nossa direção
Você veio para me ajudar
A sair da solidão
O desafio é te fazer acreditar
E me dar sua mão
Há muito mais
Rolando atrás
Do que se pode ver
A intensão
Existe e vem
De encontro ao coração

7 Coveiros:

Vinicius Colares disse...

Muito interessante, mas vc não sepulta palvras, vc as desenterra.............

Arnek disse...

Bom poemas , porque não tentar publica-los

http://midiasocialbrasil.blogspot.com/

lilian disse...

Gostei do estilo meio dark que tem aque. Nao sou mto fã de poemas, mas esse achei mto interessante. Beijos e sucesso :D

letíciα diαs . disse...

Achei lindas palavras, pela primeira vez li mais de um post em um blog e tambem o sepulcrário de plantão! jsoejiosjseo
Fora que adoro cemitérios, não sei porque, eu acho lindo! o.o

http://demeninaparamenino.blog.terra.com.br

Rafa Flori disse...

Lindo poema rafinha

30 e poucos anos. disse...

òtimo poema...muito bem construído

Karina Kate disse...

Muito profundo... tocou meu coração. Adoro poemas emocionais como esse. e vc conseguiu mandar muito bem nele. bjos

Postar um comentário

________________________________________________________
Obrigado por visitar o nosso Cemitério...
Volte logo, haverá sempre uma tumba bem quente disponível para você...
________________________________________________________