28 de outubro de 2009

Ingratidão

Ingratidão

Olho sempre
Para o fundo das minhas lágrimas
A rolar pelo meu rosto,
E Fundamentalmente existe um pouco de você
E essa "ingratidão" por si só
Essa dor muito triste
Não quero mais!

Certo alguém me disse um dia
É tão triste, é tão penosa,
Essa tal de "ingratidão",
É como facada dolorosa
Um tiro certo no coração!
Ela não rima com amor
Tão pouco com alegria,
É apenas tanta dor,
Esta palavra triste... e vazia
Nessa escuridão consigo ver
Lutarei o suficiente,
Para abortar de meu ser,
Toda esta ingratidão,
Daquele que um dia imaginei,
Ser um grande amor...

5 Coveiros:

Rafa flori disse...

Para abortar de meu ser,
Toda esta ingratidão,
Daquele que um dia imaginei,
Ser um grande amor...

Amay, lindo

Lara Veiga disse...

Muito lindo esse poema rafa, ingratidão...

Deane disse...

Muito lindo! Escreves muito bem...

Beijo!

Raul disse...

Do caralho veio, essa ingratidão é foda

vivian azevedo disse...

HUMMMMMMMMMMM. Isso me lembra alguem.kkkkkkkkkk

Postar um comentário

________________________________________________________
Obrigado por visitar o nosso Cemitério...
Volte logo, haverá sempre uma tumba bem quente disponível para você...
________________________________________________________