28 de julho de 2009

Formosa

Toda a noite eu deito e não consigo adormecer
A luz se apaga e em um quarto escuro eu continuo a te ver
Sempre a te ver...
Teu cheiro está tão perto que eu não pude resolver
Se insisto em te procurar ou se tento te esquecer

Mais uma noite sem você, que parece nem ligar
E eu vou dormir prá quê ?
Se eu estou a fim de me entregar...
Já que eu não posso ter você fecho os olhos
E qualquer corpo passa a ser o seu
Qualquer corpo passa a ser o seu

Não sei por que você prefere duvidar de quem te diz que sente a tua falta
E não consegue ser feliz
Eu não consigo ser feliz...
Rolo em minha cama a noite inteira sem saber se insisto em te procurar
Ou se tento te esquecer

Qualquer corpo nunca vai ser o seu, isso é só um jeito tolo de expressar o que sinto...

1 Coveiros:

Avassaladoras Rio disse...

Querido amigo avassalador...
Adoro seus textos, mas confesso sentir um arrepio ao clicar em "coveiros!" para comentar kkkkk
P.s:
Criamos uma comunidade para combate aos caloteiros:
Queridos amigos avassaladores...

Por obra e graça de calotes aos montões, resolvemos criar uma comunidade de denuncias e redenções!
Se você já levou calotes, ficou furioso(a) pela cara de pau do caloteiro... Aqui é seu lugar.
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=92538768
Venha juntar-se a nós. Denuncie , espalhe e divulgue o nome do caloteiro ...assim, em breve, ninguém mais comentará no blog caloteiro....
[red][b]ABAIXO O CALOTE![/red][/b]
.
http://avassaladorasrio.blogspot.com

Postar um comentário

________________________________________________________
Obrigado por visitar o nosso Cemitério...
Volte logo, haverá sempre uma tumba bem quente disponível para você...
________________________________________________________