25 de agosto de 2011

Sintonia dos corpos

Ver você suspirar brandamente
com sons plangentes.
Evocando...
Sussurrando o meu nome
Sucumbindo da falta de minha alma.

E no âmbito dessa paixão
Na plenitude do seu gozo
Está confinada a me desejar para sempre
Fadada a padecer eternamente da mais louca desventura...
Quer é ter nascido:
Para me amar

2 Coveiros:

Erótico e Profano disse...

Adoro seu blog...me adiciona tbem na sua lista de favoritos??

Adriana Vargas de Aguiar disse...

Essa sintonia que de tão legítima cura, é certa e mágica.

Meu nome é Adriana, é um prazer conhecer seu blog; sou poeta, escritora, e Gostaria de lhe convidar a conhecer o meu espaço; todo mês você terá uma chance de ganhar livros sorteados entre os seguidores do meu blog. Esta é uma iniciativa privada para incentivar os novos autores que são considerados anônimos no mercado literário; para participar, siga o blog e deixe um comentário -"quero participar da promoção dos novos autores!" Nossos grandes incentivadores são vocês!

Postar um comentário

________________________________________________________
Obrigado por visitar o nosso Cemitério...
Volte logo, haverá sempre uma tumba bem quente disponível para você...
________________________________________________________